VEJA Saúde: A melhor estratégia para parar de fumar

olá eu sou natália combinar e começa agora mas não vejo a saúde hoje é feriado e também dia mundial sem tabaco comigo aqui no estúdio a cardiologista jaqueline issa seja muito bem vinda obrigada natália cantora no brasil tem 21 milhões de fumantes acho que a pergunta principal é o que fazer com quem quer parar de fumar o que tem que fazer bom primeira coisa é não ter medo de parar de fumar e pedir ajuda quando percebe essa dificuldade em parar hoje esse número de fumantes no brasil apesar de ser esse nome de 20 minutos reduziu bastante o brasil é campeão mundial e redução do número de fumantes e quem sobrou geralmente são pessoas com alto grau de dependência que tem dificuldade em parar muitas vezes você jogar pro fumante essa responsabilidade de lidar com essa situação sozinho é muito angustiante né ele passa pra frente que esperando o que é muito ruim uma doença um fator de motivação a mais para que ele possa pensar em querer parar de fumar e isso é muito ruim então a primeira dica cuidado autoral que procurar um médico com certeza percebeu a dificuldade claro que tem a maior parte dos fumantes brasileiros sou muito consciente da necessidade para dilma realmente só não param em função da dependência à nicotina muitos tentam dói no bolso fumar hoje o cigarro persiga recaro todos eles têm essa consciência tanto do custo que o cigarro traz do curso a saúde que vai ter no futuro o que fica de fato impede que as pessoas parem de fumar é o grau de dependência aí a necessidade de encarar o tabagismo com doença e sair atrás procurando onde tem serviço onde pode ser atendido e claro que da nossa parte cabe aperfeiçoar o tratamento à base nisso é nosso trabalho no encontro cada vez trazer novidades que permitam que a taxa de sucesso do tratamento seja mais elevada e lembrando que a gente tá ao vivo se alguém tiver dúvida pode mandar que a gente pergunta aqui para a doutora eu tenho agora vão esclarecer um pouco de como que é o tratamento a gente fala que precisa de tratamento precisa de tratamento primeiro todo mundo precisa de tratamento ou tem gente que consegue parar por conta basicamente eu diria que a maior parte das pessoas ela fez uma tentativa hoje eu não vou fumar e ela sente aquela dificuldade que seria que uma vez era um desejo em controlar uma alteração do humor fica irritada e paciente não ele suporta aquilo por uns dias depois ele não suporta mais esse paciente é o nosso paciente ou seja se o paciente que precisa ser amparado para conseguir parar de fumar e o tratamento dura quanto tempo de três a quatro meses que é legal porque a gente trata do então eu sou cardiologista trato colesterol pressão alta é remédio resto da vida então tabagismo não o tratamento do tabagismo é legal porque três a quatro meses e aí a pessoa nunca mais volto não a maioria não volta porque porque nessa abordagem que a gente faz além de usar medicamentos para atenuar os sintomas de abstinência outra coisa importante é doenças associadas que o paciente não sabe geralmente relacionados ao humor então as pessoas que fumam têm muito mais distúrbios de ansiedade muito mais quadros depressivos e muitas vezes está relacionado à recaída que você falou então abordagem inclui não só você tratar muitas vezes um sintoma de abstinência esse conjunto de sintomas que são difíceis da pessoa mesmo super motivado eu vou parar de fumar começa a enfrentar essa dificuldade acaba voltando porque não suporta sentir aquele mão está então tratar é o motor do indivíduo é fundamental para que previna se a recaída eo ganho de peso também outros fantasmas mulherada quer saber de ganhar peso não tem ninguém quer parar de fumar ali a pessoa quer mais morre de medo de é uma uma situação e não é uma fantasia ela percebe no dia a dia a pressão de time separaram por conta própria a média de ganho de peso em para sem tratamento adequado é de 10 a 15 quilos e foi o tratamento com o tratamento você minimiza isso é de 3 a 4 em pacientes que perdem peso por isso que estou falando hoje o recurso terapêutico é muito importante porque como eu falei que existe tabagismo em um estudo associado por exemplo ansiedade ansiedade ela não causa só tabagismo ela causa obesidade então se você não tratar o distúrbio de base com ansiedade fatalmente você vai deixar ele até para de fumar mas ele diz ele volta a sua energia sua concentração em algo que lhe dê que controla a ansiedade que é o que a comida então essa abordagem que inclui a medicação do tabagismo e fazer uma avaliação desse estado emocional do indivíduo da necessidade ou não de tratar com medicamentos às vezes não é necessário e uma coisa interessante que até em função da eu estou participando do congresso da socesp de cardiologia e minha aula tabagismo estresse todo fumante sabe que o cigarro a calma agora o chute não sabe que os fumantes ficam mais estressados porque fumam aliás a gente está agora já está assistindo a gente acabou de escrever era montar uma coisa que parou de fumar há dois meses mas ele está sentindo muita ansiedade e que ele pode fazer primeiro é normal sentir ansiedade o que pode ser então ansiedade ela tanto o sintoma de abstinência que é por exemplo para de fumar eu vou ter uma ansiedade pneus neurotransmissores tão desacomodar dados então essa ansiedade que melhoraria conta da medicação anti tabaco mas às vezes por isso ele precisa ser avaliado que eu diria pra você precisa passar por um médico para avaliar se essa ansiedade que você está sentindo é relacionada ao sintoma de abstinência ou não ela é relacionada por que você tinha um distúrbio de ansiedade e você se tratava fumando ele tira o tratamento dele entre aspas que usar nicotina pra aliviar o humor dele mas como não tem nada no lugar isso sobra agora coisas que melhor ansiedade a atividade física melhora ansiedade conversar com as pessoas e falar dos problemas tem alguém com quem compartilhar porque o fumante também tem um péssimo hábito ele compartilha com cigarro o fumante tem um problema e se isola fumo e resolve problema ele o cigarro então essa é uma nova atitude que o fumante tem que vêem na avaliação claro que quando a gente fala vou tratar a ansiedade não significa só usar medicamentos mas uma abordagem mais complexa que muitas vezes é muito uma rotina você melhora isso né então as dicas são a atividade física sempre bem vinda porque é um importante fator de redução de ansiedade equilíbrio emocional até então às vezes você tem que aliar o medicamento também com uma psicoterapia e vivendo na verdade quando você tá fazendo a abordagem do tabagismo né eu falei nesses três a quatro meses ele é um processo contínuo e são muitas visitas médicas em média o paciente passa quinzenalmente é isso são cinco as consultas no período de 3 4 meses então essa interação médico paciente muitas vezes traz o conforto que o indivíduo precisa se separado ouvido ele já falou com as dificuldades que ele está sentindo isso é uma forma de suporte então o tratamento do tabagismo ele tem isso lá na nossa instituição porque envolve o uso de medicamentos quando necessário e é muito frequente isso e o suporte na medida que você percebe como indivíduo tá uma mudança comportamental que a gente pede proibido a partir de um certo momento que ele está como os receptores bloqueados sem capturado ele levantar e fumar sozinho e isolado diferente da forma como ele fumou a vida inteira sentada no bem-bom tomando cerveja então vamos lá é essa pergunta importante para chegar nesse processo de parar de fumar é o que a pessoa tem que fazer ela tem que parar de ir pro bar de repente sendo barco ela fuma maconha é engraçado é que como agente médico paciente isso é uma coisa interessante porque na maior parte dos concelhos que as pessoas dão é ele só eles só dão conselhos no sentido de mudar o hábito mas não muda a parte química da cabeça então o que acontece o indivíduo mesmo fumando o que a gente chama de castigo sem medicamento para ele o rio porque cada vez que ele vai fumar ele é recompensado então a lei reforça um comportamento que eu não queria reforçar diferente de quando você medica abstinência que você vai lá com um medicamento que o bloqueio receptor de nicotina o indivíduo ao fumar não é essa situação desconfortável que ser em pé sozinho sem nada como ter um bloqueio químico hora que ele vai fumar nessa condição medicado ele percebe que aquele não é mais prazeroso não agrado agradável então eu quebro um reforço de condicionamento ou isso é muito diferente é uma ferramente solitário não fumar com as outras pessoas não fumar com café não fazer só é válido principalmente quando você está com o receptor bloqueado porque nessa outra condição você acaba fumando menos ea lei antifumo mostra claramente isso ela restringiu o ambiente e as pessoas passaram a fumar mesmo mas porque elas não parar de fumar porque elas são viciadas e aconteceu o cigarro nesses momentos passa a ser o melhor cigarro do dia se tornam condicionamentos de recompensa então o indivíduo já fica esperando ele sair do trabalho à hora do que ele faz o break para descer fumar ou na companhia de outras pessoas não estou na verdade é essa dança comportamental ela é importante quando você trata parte química e aí você tem um efeito bem positivo porque a pessoa percebe que aquele comportamento que antes era necessário ele se sentia confortável deixando de ser esvaziado desejo de fumar então uma busca no google dica pra parar de fumar é essa estratégia é válida se eu tô bloqueando bem o receptor de nicotina se eu tô pensando bem os níveis de dopamina do paciente pelo de fissuras entendeu então é a linha é a gente ali a parte química com a parte comportamental e aí sim porque é uma coisa banca da outra tanto você dá remédio não fazem parar de fumar vai na farmácia do projeto de paradigma difícil por isso que é aliado à técnica comportamental uma boa medicação e conhecer cada paciente porque cada um tem uma necessidade é uma necessidade agora algumas estratégias que são famosas eu não sei elas funcionam mas assim sempre que você tiver vontade de fumar tomar uma água mas que o chiclete sai pra não ser que essas então essas dicas são de estratégias mas como volta a afirmar quando o paciente está medicado quando o paciente está procurando fazer isso por conta própria é torturante então assim eu não recomendo isso porque o paciente é sofrido para ele claro que se ele consegue fazer isso para ter uma bebendo água ótimo mas quantos fumante independente consegue fazer isso um número pequeno agora durante o tratamento você tratou a censura sobre o que é um reflexo de condicionamento daí a beber água ai pessoal no cigarro fácil a gente fala pra ele pensou no cigarro faz outra coisa por outra coisa no lugar o beber água bem vindo porque qualquer coisa que ele faça como ele está medicado o circuito cerebral dele está funcionando ele consegue essa você tem essa distração não tem fissura a fissura ele por mais que ele queira controlar e não consegue ele é tomado por um desejo de fumar ele tenta fazer outra coisa mas eu costumo dizer o encosto nem para onde ele vai a vontade vai atrás ciliar é melhor que o cigarro gancho é tão sem dúvida agora a doutora o sobre a fissura futura quanto tempo pra quem não estiver de ir pra quem não se medica dura uma eternidade segundos mas fala dura minutos 234 é recorrente e que a fissura é um desejo incontrolável de fumar é um desespero de bate aquela vontade clima tarde no banheiro tem uma hora que você não aguenta é isso que acontece com as pessoas então quando a gente fala do universo de fumantes têm a ver com que a capacidade de tolerância de cada um as situações emocionais que ele está é vivendo entendeu então é um conjunto de fatores que interfere tanto nessa conquista do parar de fumar e tem as pessoas que são abençoadas que são os famosos portais né que por exemplo ver alguém morrer de alguma doença aquilo pra ele abre um portal que bom a gente ainda fica muito feliz quando acontece que o camarada que chega e fala pra você nossa eu vou chegar fora nunca mais foi maravilhoso é um portal que a gente chama gravidez é um portal só que as mulheres não entendem q depois q nem nasce aproveita isso não elas ficam esperando neném nascer para voltar a fumar mas a gravidez é um portal doença é um portal a taxa de sucesso de você ter um enfarto paradigmas 50% agora te pergunto você vai esperar ter um enfarto a tomar remédio para colesterol remédio pra final sangue o resto da vida passar no médico três quatro meses precisa nada disso então remédio para parar de fumar o tratamento a 34 e r 34 mil e depois nunca mais você usa tem remédio não há novela realmente uma recaída exatamente abstinência ela dura 12 semanas ela tem um pico de ação que é da 4ª a 8ª semana depois ela vai caindo e o paciente quando ele usa a medicação e fala meu deus ele fica tão fascinado pelo quanto remédio confortável falando vou para tomar esse remédio nunca não a gente fala não se vai parar e ele no correr do tratamento engraçado que ele vai pulando dose esquece até perceber que uma dependência dele vai se esvaziando que ele mesmo se sente tão confortável que no final do tratamento 10ª semana 11ª semana ele já começa às vezes que será especial dose porque é confortável e percebe que tem segurança então tabagismo é uma dependência química é uma dependência comportamental uma dependência também social dependendo do contexto que você está inserido e o tratamento tenha efeito colateral a todo o tratamento tem algum efeito colateral existem restrições ao uso por exemplo o gente tem um medicamento que a marlene plena medicamento fantástico né surgiu em 2007 e falo isso porque eu comecei a tratar fumante quando ninguém tratava como eu diria que trouxe hoje monjardim aqui no brasil exatamente hoje a gente comeu morando 25 anos essa data enquanto a primeira instituição a divulgar essa data com uma grande pressão de mídia porque o nosso diretor a doutora adib jatene e ele encampou essa idéia depois foi ministro da saúde ele começou com a política pública vencedora que o brasil tem então pessoas com cabeça inteligência e percebendo que se der não estava com nada né então eu comecei nessa época eu era cardiologista me deram esse tema para falar no incor tabagismo é seu virei pro lado de ninguém entre as 6 mil mesmo então eu vou resolver isso e comecei a estudar o assunto ver que estava começando a reposição de nicotina então comecei lá reposição de nicotina já ficava feliz mas era pouco aí veio o profissional fiquei mais feliz mas ainda era pouco e ver vareniclina eu fiquei mais feliz ainda os pacientes mais feliz porque tirou a fissura primeiro remédio que tirou ciro só que ela é tão potente e lembrou que o receptor de nicotina então se perguntou quais os riscos que têm não se imagina um indivíduo que está deprimido ansioso e tá usando a nicotina se usar nenhum outro medicamento que nem sabe que ele está assim e você toma um remédio como uma neblina que bloqueie o receptor vamos ter problema porque a nicotina que usa para controlar a ansiedade a depressão não vai vacilar e aí você vai ter que se tem relatos na literatura que até motivou o fg que o órgão regulamentador nos estados unidos de medicamento e tratamentos a solicitar própria empresa faz é que produz o medicamento um estudo que a gente até participou desse estudo no brasil para avaliar se era seguro como tratamento à base para pacientes com ou sem doença psiquiátrica e nós fizemos esse estudo foram com mais de 10 mil pacientes muito bacana esse estudo usando as qual as três formas de tratamento e placebo junto só não saber se você está usando um adesivo verdadeiro tomando vareniclina verdadeiro boom propina o estudo mostrou claramente que tanto o paciente psiquiátrico como sem doença psiquiátrica medicamento é seguro qualquer grande questão o paciente com doença psiquiátrica e para usar o remédio e tatá doença tratada a doença estar e isso sempre limpas e acompanhamento leva então não há remédio que fazem parar de fumar e tratamento nem de doutora tem muita gente perguntando o que você imagina cigarro eletrônico nada não façam isso então aqui no brasil está proibido o cigarro eletrônico é gente que traz o exterior não dá pra gente então o cigarro eletrônico ele veio com a marca né da colocado pela indústria que vem de fábrica como um produto seguro nossa classe médica não temos absoluta é temos a total de confiança de que essa segurança de fato êxito o fato de ter menos produtos tóxicos não quer dizer que confira segurança ao indivíduo e que pior que trará mais receita a dependência a pessoa só consegue fazer o shift a troca né porque na verdade ele está recebendo de cotia em altas concentrações muitas vezes até mais que o cigarro porque como não tem restrição social é vapor e hoje os mecânicos equipamentos melhoraram muito né tem bateria tem bateria que a voltagem operarem muito alta então o vapor que ele produzia capacidade de liberar nicotina é muito elevado então o indivíduo consegue deixar de fumar um cigarro comum mas na verdade ele troca a gente teve oportunidade e avaliar fumando cigarro eletrônico e quando a gente idosa nicotina na ponta de dedo dessas pessoas a concentração é semelhante que da concentração que ele fumava cigarros pregressa mente então para o cérebro terá igual e nicotina em alta concentração do mesmo jeito agora o que de fato não tenha monóxido de carbono agora nicotina ela tem efeitos cardiovasculares então assim vamos explicar não tem um nome do então é interna large teoricamente seria a roupa não têm monocultura uma grande coisa assim mas o que não dá câncer de pulmão que é longa e é você tem doenças relacionadas ao monóxido alcatrão que você não teria mais o que tem alta concentração no cigarro eletrônico e no aquecido nicotina e dá problema no coração ea nicotina a gente sabe onde a concentração aumenta a freqüência cardíaca aumenta a pressão arterial é arritmogênica então para lá qual o impacto disso na vida das pessoas quando o pessoal trocar de vez vamos assim nós vamos saber o impacto com o tempo então por isso que os jogos aqui no brasil não foi permitido porque a gente está de olho pra avaliar o que vai acontecer no mundo com esses novos produtos então a gente estava falando antes de pessoas que trocam então que fumavam cigarro convencional e foram próprio eletrônico agora as pessoas que começam o metrô então essa é a grande questão então no brasil há o número de usuários de novos usuários vem caindo porque porque o produto já foi massacrado né você compra um produto é um cara lá com câncer na língua é um produto que não é difícil de vender na criancinha ver desde pequena a embalagem então é um produto vamos assim entre aspas portuguesa de marca de um morto na sigal convencional o eletrônico não convém que se disfarce ele tem atrativo de dar uma palavra a escolha o seu sabor você tem um camarada tão evoluída que ele coloca os sabores que ele quer ele ele faz uma coisa personalidade então isso projovem adolescente é um um convite né a experimentação uso só que o que tem lá dentro crescia e vicia muito e traz problemas inclusive do ponto de vista psiquiátrico a gente não sabe quem veio primeiro o ovo ou a galinha mas é bem provável que como os fumantes têm muito mais com doenças psiquiátricas associadas à depressão e ansiedade talvez a nicotina nesses cérebro jovem é virgem e vamos assim promova as alterações que impactem no equilíbrio emocional do indivíduo mais tarde e geralmente essa é a fase da vida mais perigosas inclusive que são as riscas assim isso que o seu cérebro da informação você começa a usar uma droga psicoativa você vai relacionar ela pra você estudar pra você se concentrar depois de inicialmente para você se divertir né mas depois ela vai ter outros usos na medida em que medida é vulnerável dependência o ser humano é vulnerável a dependência de cada dez pessoas que fumam 90 têm um alto grau de independência e começa a usar em outras ações coletivas para ter atenção para espantar o sono a vou ter que estudar quando os colegas meus médicos começaram a fumar na faculdade de medicina no ano passado neco que não tinha essa advertência toda porque para poder estudar a ficar concentrado usando os efeitos psicoativos único time e estou sempre acabam infelizmente mesmo nenhuma tem uma última pergunta que é assim e tem muita gente fala olha não fumo mas você vai ver todo final de semana pessoa fuma aquele arguile é isso então todos são todos os convites né então tá treinando receptor de nicotina e então aí o indivíduo como uma é ele fuma e que acontece você vai ativando o receptor os receptores de nicotina ele sofre um processo irregular deixa e da reboleira é um privilégio ou fumando cada vez eu quero mais para ter uma satisfação então como narguilé não é uma coisa fácil de se levar pra lá e pra cá quem gosta muito começa então agora já vou para o cigarro não eu vou precisar de trunfo começa a ter necessidade de com o de consumir mais porque a droga é assim chama-se efeito tolerância nicotina é campeã nesse quesito ela provoca tolerância por isso que o consumo é gradual é cada vez é ascendente né doutor eu queria agradecer muito a presença e que agradeço desculpo que explicar mas foi ótimo muito esclarecedor bom obrigada obrigada ou veja saúde termina agora muito obrigada pela companhia e até a próxima semana

Join the newsletter

Extrator

Subscribe to get our latest content by email.

We won't send you spam. Unsubscribe at any time. Powered by Seva

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of
Bem vindo a lavitam.com! Uma Loja com seriedade e respeito com todos os nossos(as) clientes, a lojasbelta tem inovado cada vez mais com produtos de primeira qualidade como Eletrônicos,Vestuários,Dieta,Marketing e muito mais Aproveite.
%d blogueiros gostam disto: